Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O lápis que vê

O lápis que vê

21 de Março, 2020

Pensamento aleatório despregado #54

Ana Isabel Sampaio

54434665_1138102323029672_8827842249388720128_n.jp

Depois vou fazer um apanhado só com pensamentos construtivos, mas por agora deixem-me gozar um bocadinho... e sim, vou ser mazinha...

 

Muitas pessoas vão descobrir que afinal não são assim tão interessantes.

 

A interação nas redes sociais disparou (este também vai para os construtivos, porque tem dois lados).

 

Atenção à fogueira da vaidade nos desafios que por aí correm.

 

A sério, ninguém quer saber dos vossos exercicios, uma pessoa segue as páginas dos ginásios (parabéns ao meu que se organizou muito bem) e fazemos as aulas e já está... Ficamos todos felizes que se organizem, mas as vossas stories *ver ponto anterior.

 

O número de divórcios vai aumentar, mas não se iludam, a culpa não é da quarentena, as relações já estavam condenadas.

 

Claramento os mais velhos estão a passar a sua fase de rebeldia. O carma é lixado. Os nossos pais estão a rir-se por dentro do nosso histerismo para eles ficarem em casa.

 

O mistério do papel há-de ser o mistério do ano, mas será que é uma metáfora para a cobardia do mundo?

 

 

4 comentários

Comentar post