Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O lápis que vê

O lápis que vê

04 de Dezembro, 2019

Pensamento aleatório despregado #43

Ana Isabel Sampaio

54434665_1138102323029672_8827842249388720128_n.jp

Faz-me um bocado de confusão todo o furor que às vezes vejo nas redes socais sobre boas ações, que são só coisas normais de ser um ser humano decente. Mas que às vezes são divulgadas (não sei se numa tentiva de publicidade individual, se gabarolice, ou se estas coisas estão mesmo a ficar tão raras que precisam de ser exaltadas). Isto serve para as redes sociais e para o dia a dia (que também não faltam exemplos destes).

isto veio a propósito de uma video viral sobre uns miudos que encontraram um carteira à porta de uma casa e "devolveram" - é o mínimo, qualquer outra opção é ser ladrão de ocasião...

Não gosto de citar a Biblia porque tem sempre uma conecção religiosa e esse nunca é o meu propósito. Cito-a como cito qualquer livro e porque há passagens das quais eu gosto muito, como esta de Mateus:

"Guardai-vos de fazer a vossa caridade e obras de justiça diante dos homens, com o fim de serem vistos por eles; caso contrário, não tereis qualquer recompensa do vosso Pai que está nos céus. Por essa razão, quando deres um donativo, não toques trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas, nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Com toda a certeza vos afirmo que eles já receberam o seu galardão. Tu, porém, quando deres uma esmola ou ajuda, não deixes tua mão esquerda saber o que faz a direita."