Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O lápis que vê

O lápis que vê

04 de Julho, 2016

O meu navio

Ana Isabel Sampaio

O meu navio tem raízes, mas voa pelo mundo.É feito de histórias de piratas apaixonados que procuram livros mágicos em ilhas misteriosas onde quem pisa, deixa pegadas raiadas como o arco-íris que espalham musica e alegria.O meu navio é da cor que eu quiser, da cor da paz, da cor da liberdade do coração, da cor dos sonhos e dos seus caminhos, da cor do burro quando foge.O meu navio é da cor do meu coração, com pintinhas e cornucópias_MG_7442