Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O lápis que vê

O lápis que vê

02 de Julho, 2019

Espelhos - parte IV

Ana Isabel Sampaio

A angústia de ter de sair de casa era quase insuportável. Aquele caminho de poucos metros que fazia todos os dias com a maior banalidade, parecia hoje feito de fogo, um fogo que queimava de lucidez. O medo comia-lhe as entranhas. Sabia que mais cedo ou mais tarde ia acontecer, não havia como fugir. As probabilidades não estavam a seu favor.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.