Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O lápis que vê

O lápis que vê

20 de Fevereiro, 2020

A Era da Pós-verdade | The Post-truth Era

Ana Isabel Sampaio

Copy of (cópia em conflito) Copy of Copy of Copy

 

Todos os dias parece haver uma polémica nova. Todos os dias somos bombardeados com notícias, com supostas notícias, com títulos absurdos que depois anda têm a ver com o conteúdo (click bait).

Vivemos na era da comunicação e nunca estivemos tão desinformados. As pessoas perdem quinze minutos a fazer testes online sobre que tipo de batata são e não perdem dois minutos a tentar informar-se sobre um assunto sobre o qual querem opinar.

Como podemos então combater tudo isto? Como podemos dar o nosso contributo? Como podemos perceber o que são fake news, o que é informação útil ou o que é demagogia? Para além de nos cultivarmos sempre o mais possível, há também alguns truques e formas mais práticas, porque o que pode parecer obvio para uns, pode não ser para outros.

Sempre que dermos de cara com uma notícia que levante suspeitas devemos usar o Modelo CRAAP (claro que isto em inglês até dá uma boa piada). E como aplicamos esse modelo? Simples, seguimos estes passos:

- Qual a linha de tempo da publicação? Tem data? A informação foi revista?

- Relevância – a informação em questão é relevante para o tópico? Para que audiência está direcionada? Tem um nível apropriado? Existem outras fontes de informação que confirmem?

- Quem é o autor ou fonte de informação?

- Credibilidade, correção e verdade – de onde vem a informação? Há provas? Pode ser atestada? Há erros de gramática ou escrita?

- Qual é o propósito? – é para informar, para ensinar, para vender, para entreter ou persuadir? As intenções do autor são claras? A informação é facto, opinião ou propaganda? Há ideologias políticas, religiosas, culturais, institucionais ou pessoais? O ponto de vista é objetivo e imparcial?

Simples certo? Não vamos espalhar mais desinformação por favor.

Deixo aqui também alguns sites onde podem verificar veracidade de conteúdos como factcheck, fullfact, bellingcat, snope, euvsdesinfo que são ou .org ou.com.

 

 

Every day now seems to emerge a new controversy. Everyday we are bombarded with news, supposed news, absurd titles that have nothing to do with the content, the so known click bait.

We live in the era of communication and we never been so desinformed. People spend 15 minutes doing online tests about what kind of potato they are and they don’t spend two minutes trying to find out about a subject they want to discuss.

How can we help turn all of this? How can we make our contribution positive and valid? How can we spot fake news, what is useful information or what is demagoguery? In addition to cultivating ourselves as often as possible, there are also some tricks and more practical ways, because what may seem obvious to some may not be for others.

Whenever we come face to face with news that raise suspicions we should use the CRAAP Model And how do we apply this CRAAP model? Simple, follow these steps:

Currency  Relevance Authority Accuracy Purpose (CRAAP)

Currency: The timeliness of the information.

  • When was the information published or posted?
  • Has the information been revised or updated?
  • Does your topic require current information, or will older sources work as well?
  • Are the links functional?

Relevance: The importance of the information for your needs.

  • Does the information relate to your topic or answer your question?
  • Who is the intended audience?
  • Is the information at an appropriate level (i.e. not too elementary or advanced for your needs)?
  • Have you looked at a variety of sources before determining this is one you will use?
  • Would you be comfortable citing this source in your research paper?

Authority: The source of the information.

  • Who is the author/publisher/source/sponsor?
  • What are the author's credentials or organizational affiliations?
  • Is the author qualified to write on the topic?
  • Is there contact information, such as a publisher or email address?
  • Does the URL reveal anything about the author or source? examples: .com .edu .gov .org .net

 

Accuracy: The reliability, truthfulness and correctness of the content.

  • Where does the information come from?
  • Is the information supported by evidence?
  • Has the information been reviewed or refereed?
  • Can you verify any of the information in another source or from personal knowledge?
  • Does the language or tone seem unbiased and free of emotion?
  • Are there spelling, grammar or typographical errors?

Purpose: The reason the information exists.

  • What is the purpose of the information? Is it to inform, teach, sell, entertain or persuade?
  • Do the authors/sponsors make their intentions or purpose clear?
  • Is the information fact, opinion or propaganda?
  • Does the point of view appear objective and impartial?
  • Are there political, ideological, cultural, religious, institutional or personal biases.

(Let me make a special thank to the Youth You are the voice that presented to me this amazing CRAAP model, because we all need to selelect the crap).

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.