Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O lápis que vê

O lápis que vê

06 de Fevereiro, 2020

A chama

Ana Isabel Sampaio

83414737_1045014095832231_892655080698806272_n.jpg

O mundo está em chamas. Como sempre.

Há sempre chamas pelo mundo. Ardeu e estava em chamas.

A alma humana encontra sempre com que se incendiar.

Às vezes, raramente esse fogo transcende tudo e torna-se maior que a vida. Torna-se inspirador.

Outras vezes, mais vezes, é um fogo dominador. Uma chama que contamina tudo com a sua ignorância. A sua sede insaciável por algo que não tem nome e nunca pode ser alcançado, como matar a sede com água salgada.

Às vezes, porém, ilumina e é capaz de iluminar o mundo todo e então vislumbramos as possibilidades. Percebemos, lá no fundo um lugar. Um lugar familiar, maior que tudo para onde queremos voltar.

E essa chama alimenta a vida.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.