Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O lápis que vê

O lápis que vê

24 de Abril, 2018

Ho’oponopono ou a Arte da Simplicidade | The Art of simplicity

Ana Isabel Sampaio

Este nome estranho é o nome de uma prática muito simples e eficaz. O termo tornou-se conhecido a partir de uma experiência vivenciada pelo terapeuta e professor, Ihaleakala Hew Len. Por mais inacreditável que a história possa parecer, este homem conseguiu curar um pavilhão inteiro de criminosos que sofriam de doenças mentais, sem sequer conversar ou interagir com eles. Este senhor trabalhava na ala mais complicada e hostil de um hospital psiquiátrico no Havai. Os pacientes eram violentos e a taxa de sucesso de intervenção com eles, muito baixa.

Ele decidiu usar uma técnica muito simples. Partiu da parte para o todo considerando que ninguém está desconectado e existe uma parte de todos em nós e uma parte de nós no todo (muito parecido com aquilo que Jung chama de consciência coletiva).

Len pegava nas fichas dos pacientes, analisava-as e aplicava as palavras-chave do Ho’oponopono a cada situação.

A técnica do Ho’oponopono é muito simples, consiste em curar em nós o que contribui para o problema em questão. O que este senhor fez foi curar dentro de si a parte que contribuía para aquele problema especifico, o que de “louco” e violento havia nele.

O Ho’oponopono traz a possibilidade de assumirmos a responsabilidade sobre tudo que nos incomoda nas pessoas, nas situações e nos lugares… A partir daí, dá-nos ferramentas preciosas para que se limpem as memórias e padrões que fazem com que isso nos incomode.

Tudo o que acontece à nossa volta implica a nossa participação. Se podemos não controlar as circunstâncias e o que nos acontece, podemos controlar a nossa reação a tudo.

Benefícios do Ho’oponopono:

- Regenera a memória celular

- Recupera o protagonismo da própria vida

- Dá estabilidade emocional

- Promove relacionamentos mais saudáveis.

 

Como se usa e como se faz? São quatro simples palavras, basta dizer:

Eu sinto muito

Eu perdoo-me

Eu amo-me

Eu estou grato

Quando se diz eu sinto muito, reconhecemos o padrão menos bom que levou à situação e entramos na humildade. Eu sinto muito por ter manifestado esse problema na minha vida, já que sou 100% responsável por ela.

Quando se diz eu perdoo-me, estamos a perdoar-nos por termos ajudado a causar essa situação. O perdão é uma das formas mais grandiosas de crescimento, de purificação e de limpeza. E o auto perdão é fundamental, até porque, muitas vezes, é mais fácil perdoar os outros do que a nós mesmos.

Eu amo-me reconhecemos o amor próprio que nos faz evoluir. É a transmutação, não existe nada mais poderoso do que permitir que o Amor volte a fluir no nosso corpo. Toda a nossa vida flui da relação que temos connosco e do Amor que temos por nós, que nos permite ver o Amor em tudo. O mundo é o nosso espelho.

Estou grato, reconhecemos o poder de evolução que aquela situação nos deu, a oportunidade de sermos melhores. A gratidão é a maior expressão, dela obtemos um fechamento do ciclo, em geral agradecer é algo tremendamente incrível, especialmente quando agradecemos as coisas menos boas que nos acontecem porque reconhecemos a potencialidade de evolução, de quebra de padrões negativos.

Este mantra é simples e poderoso. Pode ser dito em qualquer altura e lugar. É importante estar consciente do significado de cada expressão.

Querem técnicas simples. Aqui está uma.

 

 

This strange name is the name of a very simple and effective practice. The term became known by the hand of therapist and teacher Ihaleakala Hew Len. As unbelievable as his story may seem, this man managed to heal a whole pavilion of criminals suffering from mental illness without even talking or interacting with them. He worked in the most complicated and hostile wing of a psychiatric hospital in Hawaii. The patients were violent and the success rate of intervention with them was very low.

He decided to use a very simple technique. It uses the principle that we are all one and all connected (much like what Jung calls the collective consciousness).

Len picked up the patients' records, analyzed them, and applied Ho'oponopono's keywords to every situation.

The technique of Ho'oponopono is very simple, it consists in healing in us what contributes to the problem. What this man did was heal within himself the part that contributed to that specific problem, that "crazy" and violent part is himself.

Ho'oponopono brings the possibility of taking responsibility for everything that bothers us in people, situations and places ... From there, it gives us precious tools to clean up the memories and patterns that make us uncomfortable.

Everything that happens around us implies our participation. If we can not control the circumstances and what happens to us, we can control our reaction to everything.

Benefits of Ho'oponopono:

- Regenerates cellular memory

- Brings back protagonism of one’s life

- Gives emotional stability

- Promote healthier relationships.

 

How is it used and how is it done? There are four simple words, just say:

I'm sorry

Please forgive

I love

Thank you

When we say I'm sorry, we recognize the pattern that led to the situation and enter into humility. I'm sorry for having manifested this problem in my life since I am 100% responsible for it.

When you say Please forgive me, we are forgiving ourselves for helping to bring about this situation. Forgiveness is one of the grandest forms of growth, purification and cleansing. And self-forgiveness is fundamental, because it is often easier to forgive others than ourselves.

I love myself recognize the self-love that makes us evolve. It is the transmutation, there is nothing more powerful than allowing Love to flow back into our body. Our whole life flows from the relationship we have with ourselves and from the Love we have for us, which allows us to see Love in everything. The world is our mirror.

Thank you - we recognize the power of evolution that that situation has given us - the opportunity to be better. Gratitude is the greatest expression, from it we get closure. In general gratitude is something tremendously incredible, especially when we appreciate the less good things that happen to us because we recognize the potentiality of evolution, of breaking negative patterns.

This mantra is simple and powerful. It can be said anytime and anywhere. It is important to be aware of the meaning of each expression.

There you go a simple and effective technique.